Image Map

Resenha - A Evolução De Mara Dyer


Livro: A Evolução De Mara Dyer #2
Autora: Michelle Hodkin
Editora: Galera
Páginas: 403
ISBN: 978-85-01-09859-7
Pontuação: ★★★★



Tentei adiar essa leitura, mas acabou que não me aguentei e precisei ler o segundo livro da Trilogia.


As páginas são amareladas, a fonte é okay, a capa é maravilhosa (adoro esses tipos de capas meio darks/misteriosas). Têm sessenta e oito capítulos super curtinhos e rápidos (duas ou três páginas).  Nem preciso dizer que terá spoiler do primeiro livro nessa resenha né?!

(capítulo)

(páginas)

Depois da revelação das últimas páginas do primeiro livro, Mara acaba acordando em uma clinica com diagnóstico de louca... Ou quase louca. Com o desabamento do sanatório que matou sua melhor amigas, Mara estava com estresse pós-traumático, e o tempo + Noah (seu namorado) ajudaram a melhorar um pouco... Mas nem tudo que ela passou foi por causa do trauma, muitas coisas não são o que parece.
Com Noah ao seu lado, e o único que acredita nela de que Jude está realmente vivo e atrás dela, juntos irão lutar contra os eventos causados por Jude, além de ainda continuarem procurando respostas sobre o que eles realmente são, porque tem esses poderes especiais. Mas Jude está a espreita, sempre de olho e causando terror na vida de Mara, e nem mesmo Noah poderá ajudá-la, não contra Jude.
A cada dia as coisas pioram, a cada dia mais perguntas crescem sem repostas. Mas não é apenas Jude que apavora Mara, seu poder, quem ela realmente é, o que quer que seja, está ficando mais intenso e mais forte mais perigoso.


Esse segundo livro foi bem mais interessante que o primeiro. Acho que o primeiro livro foi bem parado comparado a esse segundo livro, na verdade creio que o primeiro livro foi mais uma apresentação de personagens e suas condições. O desenvolvimento do relacionamento de Mara e Noah, a descoberta de seus poderes, etc. Nesse segundo livro existe muito mais mistérios, muito mais ação e cenas empolgantes.


Mara continua a mesma, mas o seu poder, o que ela pode fazer a deixa sempre muito apavorada e depressiva, então ela está muito mais apavorada nesse livro e angustiada demais atrás de respostas e também em relação à Jude. Eu senti muita pena dela nesse livro com tudo que ela está passando, felizmente ela não está sozinha. Não vou dizer que Mara é covarde, porque ela não é, mas eu a achei um pouco dependente nesse livro, e com tanto medo o tempo todo que em certos momentos eu a vi como aquelas donzelas em perigo, clichê. Mas não, Mara não é covarde, só deixa o medo a controlar em certos momentos... Não em todos os momentos.


Noah está um pouco diferente, não sei se irei conseguir explicar muito bem... Mas vou tentar hehe. Ele parece distante... Mas não distante como: “ah nosso o relacionamento deles parece tão distante”, não é algo como isso. Noah esta um pouco cauteloso, é obvio que ele ama Mara, se importa e esta disposto a tudo. Mas quando Mara descreve suas expressões, seu semblante, a impressão que fica é que ele esta... distante, cauteloso, como se não estivesse animado. Mesmo sabendo que ele se importa. Noah era um pouco diferente no primeiro livro, ele parecia mais animado, fazendo piada com sua arrogância, cheio de sarcasmo, etc. Nesse livro tem pouco desse lado brincalhão dele.


Um certo personagem (não me refiro a Jude) me deixou de queixo caído no final do livro. Nossa, fiquei tão chocada com a revelação de tal traição, tal farsa! Tudo uma manipulação que me deixou com tanto ódio que se fosse eu no lugar de Mara teria matado! E a pessoa ainda tem a cara de pau de fingir que nada aconteceu e fica sorrindo como se o que ela fez foi o ais normal! Ai que ódio, ódio, ódio que me deu dessa Falsa! @#$%&!$@!%



O segundo livro é cheio de mistério, mais que o primeiro, cheio de ação, surpresas, etc. Parece mais movimentado que o primeiro livro hehe. Eu gostei bastante, mas não chegou a me encantar de tal forma para dar cinco estrelas. 




As Melhores Leituras de 2016


Okay, esse post está bem atrasado, mas confesso que fiquei com preguiça de fazê-lo. Em 2016 eu tive que dá uma longa parada nas leituras entre abril e maio, e no mês de Agosto também. Então em 2016 minha lista de leitura se tornou bem curta infelizmente, e tive muito poucos livros favoritos ou que me agradaram o suficiente para colocar nessa lista de melhores leituras.
A lista vai ser pequena, e como eu não queria deixar de postar sobre as melhores leituras de 2016, espero que não liguem para a curta lista. São livros que recomendo e me agradaram, e uns poucos eu amei profundamente/loucamente.
Os que tiverem resenha no blog deixarei o link.



ALMANEGRA resenha
O primeiro livro não foi grande coisa, a história foi interessante e até me deixou curiosa para o segundo. E quando li o segundo livro, eu simplesmente senti tudo o que não senti no primeiro livro. A emoção e a paixão foi maior, a leitura foi mais rápida.



ANOTHER
Amo demais o anime, o mangá, o Jdrama, e agora o livro. Um dos melhores livros de terror/suspense que já li. Fiquei tão feliz de ter conseguido comprar esse livro, porque ele é muito difícil de achar. Infelizmente não consegui fazr a resenha ainda, até porque quero fazer a resenha comparando ao Mangá, anime, Jdrama, mas eu não tenho o mangá eu o li online e pretendo compra-lo para tirar bastante fotos,



Mentirosos resenha
Muitas pessoas não gostaram desse livro. Eu por outro lado amei demais. Chorei litros e me surpreendi com o final, aquilo dilacerou meu coração. Um mistério incrível, mas confesso que a escrita foi diferente do que estou acostumada.



O Despertar Do Príncipe resenha
Não é novidade para quem me acompanha que eu não sou fã da série A Maldição Do Tigre. Preciso fazer um esforço enorme para pegar as sequências, e toda vez durante a leitura da série eu tinha vontade de abandonar. Quando comprei O Despertar Do Príncipe eu fiquei com receio de sentir a mesma coisa que senti em A Maldição Do Tigre. Mas foi tudo o contrario, senti tudo o que não senti em A Maldição Do Tigre. Esse livro felizmente foca mais na ação, e sem falar que traz o Egito, é tão raro autores criarem histórias sobre Egito. E eu amo Egito.



Corte De Espinhos E Rosas resenha
Havia tempos que não lia um livro que me deixasse tão inquieta/ansiosa/eufórica. O inicio foi um pouco parado, mas depois que Feyre deixa sua família tudo começa a ficar interessante e depois não conseguia largar o livro de jeito nenhum. É uma série de oito livros, e estou com raiva por ter de esperar um ano inteiro para cada livro. Eu coração vai explodir se eu não ler essa série logo de uma vez!



Perdão Mortal resenha
Mais um livro que devorei tão rápido. Também havia tempos que não lia um livro que se passasse em uma era meio medieval, mas com outra era misturada criada pela própria autora. Sempre gostei de livros medievais: vestidos, castelos, cabanas, dragões, magos, etc. Esse livro me conquistou completamente, sem falar que trás uma personagem feminina forte!



INFINITA resenha
Último livro da trilogia INGARNATE e ainda não superei. Definitivamente o melhor dessa trilogia, li o livro em três dias e fiquei super na deprê depois que acabou. Definitivamente vou reler essa Trilogia esse ano!



The Kiss Of Deception resenha
Uma trilogia incrível e de tirar o fogo! Essa definitivamente esta em primeiro lugar das melhores leituras de 2016. Amei cada personagem e amei principalmente o mistério sobre quem é o Príncipe e quem é o Assassino, nunca li nada como isso e fiqei encantada! Simplesmente perfeito!



O Beijo Das Sombras resenha
Não foi minha leitura preferida, mas achei o livro super legal e me deixou bem ansiosa para o segundo.



O Garoto Dos Meus Sonhos resenha
Também não foi minha leitura favorita, mas é um livro bem gostoso e divertido, bem fofo.



Sussurros Ao Luar resenha
Penúltimo livro dessa série legal, o único livro que gostei dessa série a ponto de dar cinco estrelas + um coração foi o primeiro livro. Até agora o resto da série só foi quatro estrelas. Mas é uma série interessante e não me deixa entediada em nenhuma página, gosto muito dessa série e estou triste porque esse ano irei ler o último livro.


Bom pessoal, essas foram minhas melhores leituras em 2016. Não são muitos, mas como disse separei aqueles que realmente gostei bastante, mesmo os que não tiveram cinco estrelas ou foram meus favoritos.


Espero que tenham gostado. 


Resenha - O Garoto Da Janela Ao Lado


Livro: O Garoto Da Janela Ao Lado
Autora: Tatiane Pinheiro De Souza
Editora: Giostre
Páginas: 103
ISBN: 978-85-8108-880-8
Pontuação: ★★★★★ 




Li esse livro em um dia. Já tinha tempo que não conseguia ler um livro em um dia, nem mesmo os livros de 100 páginas, 90 páginas. No momento em que li a sinopse eu sabia que iria gostar e consegui encaixar o livro na minha lista de leitura para o mês. Gostaria muito de agradecer a Autora por ter me enviado esse livro maravilhoso!

(Obrigada pela dedicatória anjo, e novamente obrigada pelo livro. No futuro espero ler mais de seus trabalhos incríveis como este!)

As páginas são amareladas com uma textura grossa que eu amo, a fonte é grande, tem quinze capítulos bem curtinhos.

(páginas)

(capítulo)

Tatiane nos trás um livro onde o único personagem que possui um nome é Ella e ela nem é a protagonista, apenas a amiga.  Nossa protagonista leva uma vida onde por causa do emprego do seu pai, ela precisa viver de lugar em lugar praticamente quase toda semana. Ha vezes em que ela fica um mês, outras até mesmo uma semana. A questão é que ela se muda com uma freqüência espantosa, e que faz com que ela não possua amigos ou relacionamentos. Ela é uma garota que se prende aos livros, que gosta de observar a Lua e dormir.
Dessa vez quando se muda para um condomínio, ela acaba conhecendo seu vizinho, um garoto de aparência normal cuja janela de seu quarto fica de frente para a janela do quarto dela. Sabendo que iria se mudar em alguns dias, ela evita qualquer tipo de contato para não se prender, ou melhor, para não se machucar depois.
Mas os dias passam e as coisas vão mudando sem que ela possa controlar, por mais que tente controlar. Em um determinado dia, o seu visinho some, e agora nossa protagonista precisa descobrir o que está acontecendo. Porque algo muito ruim definitivamente está acontecendo!


Okay... Como faz para encontrar palavras certas para descrever esse tesouro que a Tatiane me mandou? Acho que todos os elogios do mundo serão insuficientes para este livro! Talvez não existam palavras que possam descrever a perfeição que esse livro representa.
O livro tem quinze capítulos, um dia da vida da protagonista para cada capítulo. Ou seja, acompanhamos os quinze dias da protagonista em sua nova moradia, e em como sua vida mudou em quinze dias.

(muito obrigada pela cartinha Tatiane, amei!)

A personagem, ela é meio... Como posso dizer? Não idiota. Claro, ela tem umas decisões idiotas, mas eu confesso que até entendo ela, talvez eu não fizesse o que ela faz mesmo tendo o tipo de vida que ela tem, acho que eu seria um pouquinho mais social (eu sou muito caseira e também sou grudada em meus livros, mas não sou anti-social). Mas entendo porque ela tomava essas decisões idiotas, não concordo, mas entendo.


A autora conseguiu me prender na leitura de uma forma que não me prendia a um livro há muito tempo. Fazia tempos que não conseguia ler um livro em um dia. E fazia tempos que não chorava por um do modo como chorei com esse. Tatiane destroçou meu coração de uma maneira que não era destruído há muito tempo. Ela me fez acreditar que tudo estava perdido, depois tudo estava bem, mas então na última linha da última página ela me joga um balde de água fria. Não. Não um balde. Uma caixa d’água de água fria! Eu fiquei atordoada de tal maneira quando li o último parágrafo que precisei relê-lo várias e várias vezes!
Ainda é difícil acreditar!



A uma frase neste livro, onde a autora coloca: “pessoas machucam, livros não”. Uma frase bonita, mas em minha opinião errada. Livros machucam sim, ainda mais livros como este! Você pode dizer: “ah, mas você supera lendo outro livro, ou lendo tantos e tantos livros”. ERRADO! Você não supera! EU não supero. Não superei A Culpa É Das Estrelas, não superei A Última Música, não superei Os 13 Porquês, não superei Mentirosos, não superei Corações Feridos, e definitivamente não superarei este livro! E nunca vou superar, mesmo passando-se anos, meses ou dias, mesmo lendo centenas/milhares/bilhões de livros. Não superarei, e com certeza você leitor não superará. Você sempre voltará a lembrar ou reler aquela história e seu coração vai despedaçar do mesmo modo que despedaçou quando leu tal livro pela primeira vez.


Achei interessante o fato dos personagens não terem um nome, tirando Ella a amiga da protagonista. Ella é uma garota misteriosa no sentido divertido e fascinante. Como a protagonista diz: ela é uma ninja! Somente ela tem um nome, nem mesmo o nome do vizinho sabemos. Em parte é triste e um pouco incomodo, mas por outro lago é a primeira vez que leio um livro onde só m personagem tem nome, e foi uma experiência diferente para mim, e até gostei.



As pessoas precisam saber da existência desse livro, ele tocou meu coração tão profundamente, me tirou o fôlego e me arrancou litros de lágrimas, me fez soluças e deixou meu rosto inchado! A autora foi cruel e genial ao mesmo tempo com esse final, ela me enganou direitinho. Quando comecei o livro eu meio que já tinha um final na cabeça, achava que sabia como terminaria... Até chegar aos últimos capítulos e a autora me fazer repensar, e depois me fazer repensar novamente. Sim, uma reviravolta. Uma não, duas! Eu recomendo esse livro infinitamente, vocês precisam tê-lo em suas estantes!! Precisam ler!




Resenha - A Viagem Do Tigre


Livro: A Viagem Do Tigre #3
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 483
ISBN: 978-85-8041-113-3
Pontuação: ★★★



Levei um ano para pegar esse livro para ler e acho que teria esperado mais um ano sem nem notar, porque essa série para mim até agora não foi grande coisa e em muitas ocasiões eu tive vontade de abandonar tanto o primeiro quanto o segundo livro, e não foi diferente com esse terceiro. Não fiquei nem um pouco animada para pegar o terceiro livro para ler tão cedo, mas decidi que estava na hora de ler o terceiro logo.


As páginas são amareladas, a fonte é okay, a capa é muito linda e pra mim a mais bonita da série, o titulo do livro é em relevo. Têm vinte e sete capítulos, sumário, prólogo e epílogo.

(páginas)

(capítulo)

Kelsey  e Kishan conseguiram resgatar Ren das garras de Lokesh, mas sua volta não foi exatamente com Kelsey pensou que seria. Um beijo, um abraço, troca de amores, uma noite romântica, caricias, e muito amor trocado entre os dois... Só que não!
Ren teve suas memórias apagadas em tudo com relação a Kelsey. Ninguém, nem o próprio Ren, sabe como isso aconteceu e nem porque. A certeza é que ele não sabe quem é Kelsey, não sabe que estão namorando, e não tem nenhuma recordação de momento nenhum com ela. E para piorar, ele sente dor e desconforto toda vez que está perto dela por muito tempo ou quando toca nela.


Nessa nova jornada, Kelsey além de tentar desvendar a profecia com a ajuda do Sr. Kadam, precisa também aceitar o fato de que seu grande amor simplesmente não a conhece e não sente nada por ela. Mas será que até mesmo uma memória apagada pode afastar e apagar completamente o amor verdadeiro, o laço que ambos compartilhavam?
Novamente com a ajuda da Deusa Durga, o Sr. Kadam, Kishan, Kelsey e Ren partem para mais uma jornada para tentarem quebrar mais uma parte da maldição recuperando um artefato/relíquia sagrada perdida há milênios. Dessa vez precisaram viajar em alto mar atrás de dragões, cinco dragões. Novas aventuras em um mundo mágico, com novos seres fantásticos, novas descobertas e... Um novo amor?
Já comecei lendo esse livro de maneira... Forçada. O que tornou a leitura um pouco mais lenta e incomoda. Novamente o livro e decepcionou como os outros, só que esse foi pior que os outros! Teve muito drama mal construído, drama ridículo, sem sentido, totalmente desnecessário... Simplesmente um drama sem cabimento!


Kelsey está muito magoada, confusa, triste, etc, por causa da questão da amnésia de Ren, além de que ele não pode tocá-la sem sentir dor e desconfortável. Sendo assim, um drama daqueles exageradamente dramáticos surge! Uma coisa que da vontade de jogar o livro na parede ou de gritar para Kelsey para com as bobeiras sem sentidos e os momentos de alto-piedades. É chato e desnecessário.


Mas porque é desnecessário?  Simples: Depois do que aconteceu com Ren, lá para página cento e pouca, quando a coisa começa a ficar dramática mesmo, Kelsey começa a ficar com Kishan, tanto como amiga quanto como algo mais, talvez... Ela busca conforto e tals. Não é novidade que Kishan gosta dela e sempre joga umas cantadas pra cima dela, sempre de brincadeira e também sempre a sério. A maneira como ela se aproxima dele faz com que dê esperanças ao coitado. Kelsey ama Ren e isso esta escrito no corpo dela inteiro, todos vêem isso, ela própria vê isso... Mas ela fica com draminha mal feito negando e se FORÇANDO a amar Kishan. Não que ela não o ame, ela ama, mas é um amor diferente do que ela sente pelo Ren... Muito diferente.  Quando digo draminha é porque ela fica fazendo de confusa quando não está.


Ren fica mudado o livro inteiro. Mas uma parte antiga dele ainda está lá e começa a surgir no decorrer do livro. Mas em um certo momento ele da uma desculpa para se afastar e meio que fica fazendo joguinhos desnecessários, mas Kelsey também não é toda inocente porque em certos momentos com Wes (vocês saberão quem é quando lerem o livro) ela ficou de bobeira mesmo vendo as reações dos irmãos.
Kisahn é... Diferente do que eu pensava... Na verdade nesse livro ele está diferente. Ele era mais BadBoy, mais atrevido. Mas nesse livro ele está tão calminho, tão... Deixado de fora kkkk. Sei lá, ele não parece o mesmo personagem de O Resgate do Tigre. Em muitos momentos Ren se mestra ter mais “garra” do que Kishan, ter mais atitude quero dizer.


Desde o primeiro livro sempre achei o romance meloso, agora com essa confusão desde o segundo livro, o romance passou a ser dramático de um jeito mal feito. Em muitos momentos me senti lendo uma fanfic amadora.  O triangulo amoroso é desnecessário, ta na cara de todo mundo incluindo da própria Kelsey quem ela realmente ama, a confusão que ela diz sentir é um teatro feito pela autora como meio de tentar fazer um drama... Um drama dramático além da conta e desnecessário! Acho ridículo a esperança que Kelsey dá para Kishan, eu sinto pena dele, e pior é que eu to começando a ter certeza que ele próprio sabe que Kelsey não ama ele como ele quer.

Mas agora vamos falar das partes boas. As partes de aventura, ação. Essas sempre são as melhores partes desde o primeiro livro e é o que eu mais sinto prazer de ler, e com certeza é o que me fez ter força de vontade para continuar a leitura desse livro. Amei acompanhar as aventuras de Kelsey, Ren e Kisahn enfrentando cada Dragão de uma maneira diferente e amei os dois últimos capítulos do livro com a questão do tubarão, achei mais emocionante que o Kraken. Felizmente nesse livro não teve tanta historinhas do Sr. Kadam, quando ele começa a falar não para ais e dura umas dez páginas e eu não aguento, mas dessa vez teve bem menos (Suspiro de alivio). Kelsey como sempre é valente e está sempre disposta a se sacrificar por seus tigres e eu admiro isso e vejo por tudo que ela enfrenta para ajudá-los a quebrar a maldição. Também continuo amando o jeito sarcástico dela, os comentários que ela faz, sempre amei personagens com sarcasmo. Acho que a autora sabe construir cenas de ação perfeitamente e em minha opinião ela é melhor nisso que no drama do romance.


Nesse livro temos algumas culturas misturadas, a cultura da China, Índia e Grécia, o que fez com que eu gostasse um pouco mais do livro, principalmente com as poucas vezes que mencionavam histórias da cultura da Grécia (porque tenho um amor incondicional por deuses, e não, eu não sou fã de Percy Jackson, simplesmente sempre amei as histórias de deuses!). Mas o foco maior foi mesmo a cultura chinesa, e foi maravilhoso conhecer um pouco da crença da China.

Eu fiquei um pouquinho curiosa para ler o último livro, mas não o suficiente para pega-lo agora e nem tão cedo. Realmente não tenho tanta pressa e nem entusiasmo kkkkkk o que realmente mata nesse livro é esse romance. 


Image Map
©MY SECRET BOOKS 2015 ♥TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ♥ DESIGN E ILUSTRAÇÃO POR TALITA THOMAZ♥TECNOLOGIA DO BLOGGER.